Lingerie

Anúncios Antigos – História e Memória da Lingerie



Anúncios bem feitos, vão além da função de divulgar e vender, eles emocionam, marcam seu tempo, e mudam a história.

Comportamento e evolução social podem ser analisados em anúncios de todo tipo, mas nos de lingerie, podemos ver claramente moda, tecnologia e comportamento evoluindo em paralelo.

Quando um fabricante lança uma nova fibra, que permita maior "aderência", está indicando, que o corpo da mulher deixou de ser renegado a segundo plano e agora sensualidade é permitida e desejada, quando uma lingerie mais suave é colocada em alta, exalta a feminilidade, lingeries funcionais ajudam a mulher moderna, e tantos outros exemplos que colocam a lingerie num patamar diferenciado na publicidade.

Um passeio por anúncios antigos nos permite analisar um pouco estes detalhes, entender a linguagem de comunicação com o público, a vontade de conduzir e acertar o target, o cuidado com o que seja correto e não ultrapasse a linha do bom gosto e do bom senso.

A princípio, textos e ilustrações, e até preços, eram a estética para estes anúncios, as fotos vieram depois, e mais explícitas precisavam de menos explicações e argumentos para vender, afinal lingerie estava aos poucos deixando de ser algo banal, escondido, sem importância, e passava a ser peça fundamental na lista de desejos de consumo.
Desde os artísticos croquis, até as fotos feitas pelas lentes de estrelas da fotografia, e tendo celebridades, modelos caríssimas, e atrizes famosas como chamarizes; muito aconteceu, mas o que sempre fica é que entre a intimidade contida e a sensualidade exposta, o anúncio de lingerie é sempre mais que um simples anúncio, ele atrai, seduz e vende mais que o produto, vende sonho e sedução.





"A história da lingerie bem como sua evolução, podem de alguma forma ser contadas através de seus anúncios".
Susi Guedes

Nas bancas

Nesta edição:
Strip tease burlesco
Saiba tudo sobre essa nova mania

Visualizar edição
Assinar

Cadastro

Receba no seu email novidades, notícias e promoções da revista Intimée.